Financiamento Solar Santander – Como financiar e quais as vantagens?

“Você provavelmente já deve ter lido ou escutado falar sobre energia solar e seus financiamentos. Neste post, vamos falar sobre o financiamento solar Santander. Como funciona, como contratar, vantagens e mais. Confira!”

A energia solar tem crescido bastante nos últimos e deve crescer cada vez mais. Mas, a grande verdade é que muitas pessoas possuem um certo receio de investir, tanto pela falta de informação, quanto pelo valor inicial, que digamos, é realmente salgado.

Financiamento Solar Santander

Porém, o Brasil tem passado por uma fase de incentivos à energia solar nos últimos tempos. Nos últimos anos diversas instituições têm oferecido financiamentos de energia solar fotovoltaica para pessoas físicas e jurídicas.

Esses incentivos buscam justamente aumentar o número de brasileiros utilizando do sistema e também oferece oportunidades para que todos o possam fazer. Hoje nós iremos falar de uma dessas instituições que auxiliam na expansão da fonte, falaremos sobre o Financiamento Solar Santander.

Quais são as linhas de financiamento solar Santander?

O Brasil possui hoje cerca de 54 mil casas onde sua própria energia é gerada. A grande maioria delas (cerca de 76%), de casas, para uso físico mesmo. Porém como já destacamos, o sistema solar fotovoltaico é caro e fica um tanto quanto complicado para alguns, pagar o alto valor de uma vez só.

É bem verdade que esse preço tende a cair nos próximos meses, porém nos dias de hoje as vantagens já são muito perceptíveis. Ao colocar na balança o custo da instalação mais as baratas manutenção do sistema solar com o preço da conta de luz, mês a mês, percebe-se que a longo prazo ter uma fonte de energia solar renderá muita economia.

Veja também:  Linha Economia Verde - Financiamento de Energia Solar Desenvolve SP

O Santander surge então em duas modalidades para ajudar no financiamento, é o Santander Sustentabilidade e o Santander CDC Finalidade Solar. Vamos falar sobre cada uma delas agora.

Santander Sustentabilidade

Nessa modalidade a solicitação será feita diretamente entre a empresa de instalação e o Santander. Você vai na empresa de energia solar, faz seu orçamento de maneira gratuita e solicita que o crédito seja usado. Assim, a empresa solicitará o crédito para o Santander, que escolherá entre liberar o valor ou não.

O financiamento liberado pode ser de até 100% do valor, tanto para pessoa física quanto para pessoa jurídica. As taxas de juros variam dependendo do acordo entre 1 e 3,9% ao ano e o prazo do pagamento do empréstimo é de 4 a 60 meses. Para esse, o próprio sistema instalado pela empresa especializada é usado como garantia do Santander contra falta de pagamentos.

Os documentos necessários para efetivar o crédito são:

  • Comprovante de renda ou patrimônio;
  • Contrato de pessoa física – Toda a documentação deve ser assinada pelo contratante e avalista, caso houver. Em caso de união estável, a assinatura do cônjuge também será necessária;
  • Documento de identidade – É importante destacar que esse documento deve ter a imagem do seu pertencente legível e dentro da validade. O recomendável é atualizar o documento de 10 em 10 anos;
  • Documento do bem ou serviço – Pode ser nota fiscal, Danfe, recibo de venda ou autorização para transferência de propriedade;
  • Pesquisa de débitos no CPF/CNPJ;
  • Pesquisa de protesto no CPF/CNPJ;
  • Realização de pesquisa sobre a situação cadastral do CPF/CNPJ.

Santander CDC Finalidade Solar

Essa linha de financiamento é bastante recente, nela os clientes do Santander Select e Van Gogh podem solicitar o crédito diretamente em uma agência Santander. Para este, até 100% do valor poderá ser financiado, tanto para pessoa física quanto para pessoa jurídica.

Veja também:  Financiamento de Energia Solar BNDES - Como funciona e como contratar?

Os juros sofrem uma variância que depende do parcelamento feito, por exemplo, para parcelamentos de 36 meses, os juros ficam à 0,99% ao mês, enquanto para parcelamentos em 48 vezes, os juros ficam à 1,08% ao mês.  Mas, os cliente ainda podem usar seu próprio sistema como garantia, nesse caso o juros cai para 0,97% ao mês em um parcelamento de até 60 vezes.

O Santander oferece também uma opção para o agronegócio, com juros de 1,12% ao mês em parcelamentos em até 48 vezes. Os requisitos são aceitar o termo onde o sistema fica de garantia e ser correntista do Santander.

E aí? Você já é cliente do Santander? Está pensando em embarcar em um sistema de energia solar? Então vale a pena apostar nesse setor sem sombra de dúvidas. Entre em contato com a agência Santander mais próxima e saiba mais.