Energia Térmica para Aquecedores residenciais e empresas

“Saiba como funciona os aquecedores térmicos para residencias e empresas do Brasil e os componentes que compõem o sistema térmica. Tudo o que você precisa saber sobre a Energia Térmica está aqui! Confira.”

— Para empresas e residências, buscar novas maneiras de aquecimento pode ser uma forma de economizar energia a longo prazo.

Energia Térmica para Aquecedores

Principalmente quando vemos o uso constante da bandeira vermelha na conta de luz comum, poder cortar elementos que gastam bastante energia como o chuveiro ou a água de uma piscina, parece ser tentador. Para isso, muitos investem na energia térmica para isso.

Antes de mais nada, o que é a energia térmica?

Certo, antes de falarmos sobre sua funcionalidade dentro de empresas e residências, vale a pena falar de seu significado, afinal vai ser meio difícil compreender um tema se não sabemos o básico.

A energia térmica nada mais é que uma forma de se gerar energia elétrica que está relacionada diretamente com altas temperaturas e calor. Assim, essa energia acaba sendo gerada a partir da energia cinética das moléculas e partículas do corpo que está sendo aquecido.

Não é muito difícil imaginar que o quão maior for o movimento dessas partículas, mais fácil e maior captação teremos. Isso porque a energia térmica liberada será consideravelmente maior.

Quando falamos de calor, falamos justamente da transmissão de energia térmica feita de um corpo para o outro. Processo esse que pode ser feito pela convecção, condução ou radiação.

Como funciona a captação de energia térmica?

A maneira mais comum de captação de energia térmica para residências e empresas vem a partir da energia solar. Logo, o primeiro passo é ter as suas placas de captação de energia solar bem instaladas. Essas placas geralmente tem sua estrutura pintada em cores escuras, tudo para garantir maior absorção de energia solar. Assim, teremos a captação dessa energia que à partir das aletas será transformada em calor.

Veja também:  Energia Geotérmica - Como funciona e quais são as vantagens?

O líquido presente no interior destes painéis absorve todo o calor de suas estruturas, que é bombeado em seguida para chegar ao depósito de água quente. Assim, esse depósito precisa e é isolado termicamente, para não se perder nada do seu calor e assim, oferece água quente em momentos que não existem sol, como a noite.

Junto delas, outras estruturas movidas a gás ou elétrico podem ser incorporados. Isso garante a produção de água quente mesmo em dias onde não existe radiação suficiente para a esquentar.

Componentes usados para a energia térmica solar

Os seguintes itens fazem parte da composição de todo esse sistema de geração de energia:

Painel Solar

Esse instrumento será o responsável pela transformação da radiação emitida pelo sol para calor. Pode ser instalada em uma ou várias unidades, dependendo da capacidade desejada.

Acumulador solar (ou reservatório térmico)

Já aqui temos o responsável por receber a água quente, depois do processo de transformação citado acima e o conservar naquela temperatura. O tamanho desse tanque precisa ser compatível com as necessidades de cada residência ou empresa.

Apoio energético

Essas são outras fontes de energia que ficam como “um plano b”. Assim, todas as vezes que as circunstâncias não forem favoráveis a energia térmica e com isso não seja possível gerar a energia consumida, essa opção de apoio será acionada.

Central de controle

A central de controle, como o próprio nome no induz, é responsável pelo controle do correto funcionamento da estrutura. Ou seja, sempre que houver algum problema, a central de controle irá indicar qual ele é, de forma a você saber o que fazer.

Circuito hidráulico

Estamos falando da estrutura em si, com cada elemento que faz o todo o sistema térmico funcionar. São então, tubulações, válvulas e bombas circuladoras.

Veja também:  Vantagens e Desvantagens do Sistema Solar Térmico

Grupo de circulação

Novamente o nome é bastante auto-explicativo, ele faz parte do sistema hidráulico. Sua função é de ajudar na circulação do líquido térmico por toda a estrutura, garantindo o seu funcionamento correto.

Coletores

Os componentes presentes e mais importantes em um coletor plano fechado são os a seguir:

  • Isolamento térmico: busca diminuir ao máximo a perda de calor do líquido. É feita normalmente de lã de vidro ou de rocha. Espuma de poliuretano é também uma opção;
  • Aletas: fazem a absorção da energia solar, além de a transportar até a água. Essas estruturas são pintadas geralmente de preto e sua estrutura é em cobre ou alumínio;
  • Flauta: responsável pelo escoamento da água diretamente para o coletor, ele é geralmente feito de cobre;
  • Caixa externa: estrutura responsável por suportar todos os outros elementos e componentes;
  • Cobertura: Permitem a passagem de radiação solar, fato que irá minimizar possíveis perdas de calor. É feito de vidro, policarbonato ou acrílico.

O coletor de plano aberto segue a mesma estrutura, porém ele não possui caixa externa, isolamento térmico e cobertura. O fato de não possui essas três estruturas fazem com que seu aquecimento a água seja menos efetivo.