Como homologar sistema de energia solar fotovoltaico

“Se você chegou até aqui talvez esteja tendo dúvidas na hora de homologar sistema de energia solar. Calma, o processo de homologação pode ser feito de forma bastante simplificada e acessível. Aqui vamos esclarecer de passo a passo para tirar suas dúvidas e garantir que consiga completar esse processo.”

O primeiro passo é solicitar a conexão do sistema de energia solar à concessionária de energia. O projeto então será enviado para a concessionária analisar. Depois disso, começa o prazo de 120 dias para completar a instalação do seu sistema de energia solar e pedir a vistoria para a distribuidora de energia.

Como homologar sistema de energia solar

É nesse momento que um técnico especializado deve realizar a vistoria. Ele irá fazer um relatório que será encaminhado à concessionária para a regularização. E pra completar o processo a concessionária fará uma nova vistoria técnica para autorizar a ligação do sistema. Com isso, o relógio é trocado por um medidor bidirecional.

Quando o seu sistema já estiver funcionando será feito o processo de compensação de energia. Ele funciona de forma que você basicamente empreste à rede da concessionária. Isso quer dizer que parte da energia que você gerou e não consumiu vai para a rede e assim gera créditos de energia para você.

Estes créditos de energia não podem ser revertidos em dinheiro, porém você recebe eles como compensação na sua conta de energia. Ou seja, a energia que você não utilizar volta como forma de crédito. E assim, você vai estar economizando. Por isso é importante que siga esses passos e faça a homologação.

Passo a passo para homologar sistema de energia solar

Agora que você já sabe de modo geral do que precisa, vamos olhar esse processo em partes para que não reste dúvidas. O primeiro passo é a solicitação de conexão. Para solicitar seu acesso junto a concessionária, são necessários os seguintes documentos:

  • Certificado de conformidade do inversor ou número de registro da concessão do INMETRO;
  • Lista de consumidores participantes do sistema de compensação;
  • ART do Responsável Técnico pelo projeto elétrico e pela instalação do sistema de microgeração;
  • Formulários de Solicitação de Acesso preenchidos para a micro e a minigeração distribuída; disponíveis nos Anexos II, III e IV da seção 3.7 do Módulo 3 do PRODIST, determinados em função da potência instalada da geração. Além disso, o formulário específico para cada caso deve ser protocolado na distribuidora. E também acompanhado dos documentos solicitados. Portanto não cabe à distribuidora solicitar documentos adicionais além dos indicados nos formulários padronizados, fique atento.
Veja também:  Investimento em Energia Solar - Vantagens e Desvantagens

Em seguida o projeto será analisando pela concessionária. Ela tem um prazo de 15 dias para comprimir essa etapa. Nesse período ela irá avaliar o projeto técnico do seu imóvel para poder em seguida autorizar o início da instalação. Não esqueça de acompanhar o prazo.

Após a autorização, é inciado o processo de instalação de seu sistema de energia fotovoltaica. No entanto, seu prazo estará sujeito à disponibilidade da empresa responsável. Cabe a ela após analisar a sua demanda lhe informar o quanto irá demorar para completar a instalação.

Após a instalação é feita a solicitação de vistoria técnica. Para isso é necessário realizar o pedido de vistoria da instalação de seu sistema. Em um prazo de 7 dias úteis após a instalação, a equipe técnica da concessionária de energia elétrica deve fazer a vistoria e analisar todos os aspectos técnicos.

Portanto, aspectos apontados no parecer de conexão e acesso devem estar cumpridos no momento da vistoria. Caso seja necessário, após a vistoria, a distribuidora deve entregar um relatório de pendências dentro do período de 5 dias. E se for o caso e problemas foram detectados seu sistema fotovoltaico deve passar por alterações para o funcionamento.

Para concluir, a concessionária irá trocar o medidor/relógio do seu imóvel por um bidirecional. E partir daí então ela dará o aval de funcionamento para iniciar sua geração de energia solar fotovoltaica. Se o seu projeto for aprovado em todas as etapas dentro do período estabelecido, você conseguirá homologar sistema de energia solar em até 34 dias.

Compensação de créditos solares

Como falando anteriormente existe o sistema de compensação de crédito. Nele você “empresta” a energia não utilizada para a distribuidora e ela é convertida em crédito. Dessa forma, você terá um desconto na sua conta de energia no futuro. Para gerar a solicitação de créditos são necessário os seguintes documentos:

  • Informação da participação da unidade consumidora no sistema de compensação de energia elétrica;
  • Saldo anterior de créditos em kWh;
  • Energia elétrica ativa consumida, por posto tarifário;
  • Energia elétrica ativa injetada, por posto tarifário;
  • Histórico da energia elétrica ativa consumida e da injetada nos últimos 12 ciclos de faturamento;
  • Total de créditos utilizados no ciclo de faturamento, discriminados por unidade consumidora;
  • Total de créditos expirados no ciclo de faturamento;
  • Saldo atualizado de créditos;
  • Próxima parcela do saldo atualizado de créditos a expirar e o ciclo de faturamento em que ocorrerá.
Veja também:  Estacionamento Solar - Como funciona e quais os benefícios?

Esses documentos e informações podem ser anexadas à sua fatura. Eles devem ser enviadas por correio eletrônico ou disponibilizadas na internet em um espaço de acesso restrito ao cliente disponibilizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).